Publicado em 12/05/2018 ás 04h21

O Hospital Veterinário Bicho da Gente tira dúvidas sobre a maternidade de cães e gatos

O Bicho da Gente aproveita para desejar felicidades à todas as mamães!
Creditos: Imagem Ilustrativa

Hospital Veterinário Bicho da Gente

A gestação dos animais também deve ser cercada de alguns cuidados especiais para que apresente os mínimos riscos para a saúde da mamãe e também da ninhada.

É recomendado pelo médico veterinário aguardar o terceiro cio da fêmea para colocá-la para cruzar, pois os órgãos reprodutores só então estarão prontos para receber os filhotes. Muito importante preparar a fêmea para a gestação, dando a ela boas rações, bons vermífugos, vacinas éticas e anuais e que ela esteja livre de ectoparasitas, ou seja, carrapatos e pulgas, para que os filhotes possam nascer saudáveis e resistentes. 

A gestação dura em torno de 58 a 63 dias e é sempre recomendado fazer o pré-natal com hemograma e ultrassom, para saber ao certo o tempo de gestação e a quantidade de filhotes previsto.

Próximo da hora do parto, a mãe começa a dar sinais de que vai parir, apresentando contrações no abdômen, procura ficar em local isolado, solta líquido pela vulva, lambendo-a incessantemente e diminui a alimentação.

Observado este comportamento, o ideal é que se prepare um local especialmente para a hora do nascimento, de preferência que seja calmo, quente, silencioso, com um pote grande de água para a mãezinha. É importante não tocá-las e não incomodá-las.

O trabalho de parto normal é de até 8 horas após o inicio dos sintomas, depois disso é melhor procurar um médico veterinário urgente para os próximos procedimentos.

Após o nascimento é normal que a fêmea coma a placenta e o cordão umbilical. As lambidas da mãe são muito importantes para o desenvolvimento físicos dos filhotes, ela seca, aquece, orienta os filhotes sobre a direção das mamas, estimula a respiração, micção e defecação.

O canibalismo entre mãe e filho pode acontecer quando a mãe reconhece alguma anomalia congênita no filhote e por instinto ela come o filhote. No caso de gatos que vivem na mesma casa, pode acontecer de outras felinas se comportarem como se fossem seus filhotes, isso deve ser evitado para que não haja conflito entre as fêmeas.

O período de lactação dura entre 30 a 40 dias. A partir daí a mãe começa a alimentar seus filhotes cada vez menos e o proprietário deve oferecer a eles a ração amolecida em água morna, nunca no leite, ou até mesmo o alimento sólido na sua dieta.

Se a ninhada for muito grande oferecer a partir dos primeiros dias leite próprio para filhotes. Com isso a produção de leite da mãe diminui gradativamente. Com 30 dias de vida o filhote já recebe a primeira dose do vermífugo e com 45 dias a primeira dose da vacina ética. 

No caso dos gatinhos, se acontecer de ficarem órfãos, deve ser dado aos filhotes leite apropriado, que é vendido em clínicas veterinárias, a cada duas horas em mamadeiras, abrigados em local limpo e quente e é sempre aconselhável levá-los ao veterinário para uma avaliação do estado de saúde dos filhotes. Uma caixa de madeira é sempre bem vinda para proteger os filhotes de se afastarem para longe da ninhada.

Os veterinários do Hospital Veterinário Bicho da Gente, localizado na Avenida Jacinto Sá, 846 em Ourinhos/SP, estão sempre de plantão para esclarecer qualquer dúvida. Atende também pelos telefones (14) 3326-4900/3326-4901/99783-1650/99772-6286.

 

  • JOSEFINA

    R$ 160.000
  • SOL

    R$ 200.000
  • ***DEPILAÇÃO/ DESIGNER SOBRANCELHA

    Sob consulta
  • VILLE DE FRANCE

    R$ 110.000
  • B. ESPERANÇA II

    R$ 400 + IPTU
  • GUARUJÁ - PITANGUEIRAS

    Sob consulta
  • ITAJUBI

    R$ 160.000
  • CORSA 04

    R$ 13.000
  • VILLE DE FRANCE I

    R$ 140.000
  • UNO 11

    Sob consulta

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081