Publicado em 08/06/2018 ás 06h33 atualizado em 08/06/2018 ás 06h36

Cilço da Silva é condenado a 12 anos de prisão

Julgamento aconteceu na última quinta-feira, 7
Creditos: Alexandre Mansinho

Alexandre Mansinho

Cilço da Silva, morador de rua, alcoólatra, acusado de ter assassinado Valdemir Gonçalves com golpes de madeira (caibro), no dia 17 de outubro de 2010, na Rua 12 de outubro, nº 608, Vila Margarida, em uma casa abandonada, foi julgado na última quinta-feira, 7, no Fórum da Comarca de Ourinhos.

No tribunal revelou-se que o acusado teve uma discussão seguida de briga com a vítima por causa de uma mulher. Cilço esperou Valdemir adormecer e o agrediu com extrema violência até a morte com um caibro grosso de aproximadamente 90 cm, esmagando a cabeça da vítima, ação que deixou vestígios de sangue e massa encefálica pela parede do local.

Silva foi condenado pelo crime de homicídio qualificado, a 12 anos de reclusão em regime inicial fechado, com agravante de motivo fútil, o que impossibilitou a defesa da vítima.

  • JOSEFINA

    R$ 155.000
  • BICICLETA

    R$ 500
  • SIENA 12

    Sob consulta
  • GRAMPOS

    R$ 280
  • MUSA

    Sob consulta
  • ***DEPILAÇÃO/ DESIGNER SOBRANCELHA

    Sob consulta
  • VILLE DE FRANCE

    R$ 110.000
  • CHRISTONI

    R$ 430.000
  • VL. VILAR

    R$ 170.000
  • N. OURS

    R$ 1.400.000

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081